(31) 3281-9605

Meu Carrinho

0 item(ns) - R$0,00
Você ainda não adicionou produtos.

19/08 às 10h - Espaço de Investigação sobre a Psicose - CONVITE

Verwerfung, é uma palavra alemã que designa rejeição. Essa palavra forma um trio juntamente com duas outras, Verneinung (negação) e Verleugnung (desmentido), que Lacan extrai do texto de Freud e eleva ao nível de conceito. A partir dessas palavras Lacan monta as formas gramaticais do “não” com que a estrutura psíquica poderia responder ao encontro com a castração. Verwerfung é o termo que Freud elege para trabalhar o que se passa na psicose, rejeição a partir de “uma relação inconciliável com o eu”.

Lacan forja outro termo para dar conta da experiência radical dessa gramática estrutural na psicose: o conceito de forclusão. Essa palavra tem origem no campo jurídico, preclusão, que se dá quando algum direito ou alguma faculdade processual civil prescreve pelo não exercício dentro de um tempo previsto.  O conceito de forclusão é relativo ao de Verwerfung, apontando tanto essa não inscrição de um significante a um tempo hábil, quanto uma exclusão forçada, uma rejeição do significante Nome-do-Pai.

Para apurar as posições mais atuais de nossa Escola sobre este tema, o Espaço de Investigação sobre a Psicose convida a todos para o debate a acontecer no dia 19 de Agosto, às 10 horas, na sede do Aleph Escola.

Debatedores:

Cartel sobre “Melancolia”

Cartel sobre “A Loucura da Transferência”

Elisa Arreguy e Jeanne D’Arc Carvalho – a partir do texto “A Posição do Analista e a Transferência na Clínica das Psicoses” (Transfinitos 15)

Mauro Cordeiro Andrade – a partir do texto “O Cristal da Língua na Alucinação” (Transfinitos 15)

Vanda Pignataro Pereira – a partir do texto “Esquizofrenia e Cronificação” (Cadernos vol.6)

ENTRADA FRANCA

Comissão do Espaço de Investigação sobre a Psicose: José Eugênio Gomes e Regina Macêna